Nortonamatoconsultor's Blog
Just another WordPress.com weblog

Mercado de carros cresce, mas Brasil sofre para competir com estrangeiros

Custo Brasil: Em dois anos, será mais barato importar carro da China, pagando
imposto de 35% e frete, do que produzir aqui no país, revela um executivo
Apesar dos percalços, o mercado argentino se integra cada vez mais ao brasileiro e vice-versa. Bom exemplo é o Salão do Automóvel de Buenos Aires. Teve início modesto em 1998 e apenas cinco edições entremeadas pelas crises econômicas no país vizinho que atingiram sua indústria automobilística. Desde 2005 passou a ser organizado nos anos ímpares e assim se intercalar com o Salão de São Paulo, nos anos pares.

A exposição bienal em 2011, de 17 a 26 deste mês, tem público previsto em torno de 500.000 pessoas, segundo os organizadores. Se considerarmos a proporção dos dois mercados o número surpreende, pois com toda a tradição é difícil São Paulo atrair mais de 600.000 a 700.000 visitantes.

O otimismo quanto ao crescimento dos dois mercados marcou o Salão de Buenos Aires. No entanto, a capacidade da indústria instalada competir com veículos importados já não parece tão clara. Um executivo brasileiro, que pediu anonimato à coluna, fez as contas: em 2013, se nada for mudado para aumentar a competitividade, sairá mais barato importar um modelo compacto da China, pagando imposto de 35% e o frete, do que produzir aqui.

Há outros sinais claros sobre essas dificuldades, como a escalada dos custos de mão de obra evidenciados na longa greve de 37 dias enfrentada na fábrica paranaense da Volkswagen. A vizinha Renault pagou o que o sindicato pediu para evitar uma parada às vésperas de um lançamento. A japonesa Mazda volta ao mercado brasileiro no próximo ano, mas mas preferiu abrir uma fábrica no México. A BMW anunciou que planeja produzir na América Latina. O Brasil, ainda candidato, enfrenta a forte concorrência mexicana pelo investimento da marca alemã.

De oportunidade em oportunidade perdida, o país precisa decidir o que quer da vida em termos industriais. Consolidar-se como polo produtivo e exportador ou simplesmente passar a importar carros completos ou desmontados com baixo conteúdo local.

EM BREVE, NA GARAGEM
Essa edição do salão portenho apresenta grandes novidades para os dois mercados. Os fabricantes aproveitaram o bom momento para antecipar o que chega nos próximos meses. Entre as surpresas o Chevrolet Cobalt, novo sedã compacto desenvolvido na Coreia do Sul com participação brasileira. Embora apresentado como carro-conceito e superequipado, está pronto para o lançamento nesse segundo semestre, sucedendo o Corsa sedã. A nova picape S10 surgiu disfarçada como Colorado (nome nos EUA) na versão Rally. Retirados os pesados adereços, é o mesmo produto que será lançado aqui logo no início de 2012.

A Ford também antecipou como será a nova Ranger, mostrada antes no Salão da Austrália, em outubro do ano passado. Fabricada na Argentina e prevista para meados de 2012, pôde ser apreciada por inteiro em versão definitiva, inclusive o interior evoluído da cabine dupla. A Renault exibiu o utilitário esporte compacto paranaense Duster que chegará em quatro meses. A SpaceCross, versão aventureira da station argentina SpaceFox, está pronta e prevista para agosto.

O Fiat 500 mexicano estreou para o mercado argentino com o motor 1.4 Multiair, de 102 cv, fabricado nos EUA. E a Nissan surpreendeu ao exibir o Sunny, sucessor do Tiida sedã, que também virá do México, em 2012.

Fonte: Coluna Alta Roda

Nenhuma resposta to “Mercado de carros cresce, mas Brasil sofre para competir com estrangeiros”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: